Skip to content

Machu Picchu – 2º Dia – Uberlândia (MG) – Mineiros (GO)

17/05/2011

Acordamos tarde! Todo mundo perdeu a hora! Os primeiros dias se provaram bem difíceis de se acostumar com essa rotina de acordar cedo, coisa que nenhum de nós é muito proficiente. Além disso, o café tomou bastante tempo e a arrumação das bagagens provou mais uma vez que não é tão rápida quanto pensávamos. Acabamos saindo as 11h, de novo!

Retas infinitas, vegetação mais esparsa em tom amarelado. Estamos saindo de Minas em direção ao Planalto.

Nesse dia, a paisagem começa a mostrar uma mudança, deixando as montanhas verdes pra trás e gradualmente passando aos planaltos de cerrado. As estradas vão ficando cada vez mais retas e vazias. No meio do caminho, fizemos uma parada forçada na cidadezinha de Santa Vitória, por falta de posto de gasolina no trecho entre Ituiutaba e São Simão. Como essas XTs gostam de beber ! hehe.

O dia não teria nada em especial, não fosse a parada em Santa Vitória. Chegando na cidade, fomos surpreendidos por uma simpática blitz escolar na entrada da cidade. Aproveitamos pra perguntar do posto mais próximo, e rumamos por uma avenida, apenas para parar mais adiante para perguntar a um companheiro motociclista onde era o tal posto. Vendo que estávamos meio sem rumo, ele se ofereceu para nos guiar até lá, e o seguimos.

Esse camarada era conhecido na cidade como Cabelim, uma zuação pela falta de cabelo do sujeito, e foi o primeiro dos muitos bons samaritanos que encontramos pelo caminho! Ocorre que depois que chegamos no tal posto, o Rui viu que na moto dele faltava uma peça, uma plaquinha quadrada de metal que prende na parte de trás da balança. O Cabelim viu nosso problema e se ofereceu na hora para arrumar a tal peça pra nós. Detalhe: era uma cidade de menos de 20 mil habitantes, em pleno domingo, onde até as moscas pareciam tirar o dia de folga. O cara saiu com a Biz dele e, meia hora depois, voltou com a tal peça. Tinha passado numa oficina, depois na casa do mecânico, depois caçou o dono de uma Falcon que poderia arrumar a peça, para entregá-la pra nós novinha em folha.

Não preciso dizer que ficamos imensamente agradecidos. É estranho imaginar que alguém ajudaria 4 estranhos com tanta presteza, pois se percebia que ele fazia questão de resolver nosso problema. O fato é que descobrimos que esse comportamento não é nada difícil de se ver quando se trata de grupos de aventureiros desbravando novas terras. Nessa hora, e em muitas outras a vir, conhecemos a verdadeira hospitalidade dos nossos anfitriões! Pra completar, o Cabelim refutou todas as tentativas do Rui de pagar pela plaquinha. Fomos embora satisfeitos e impressionados!

As diferenças na paisagem já eram bem visíveis.

Chegamos em Mineiros (GO) por volta das 20h, 530 km depois. Mais uma vez os atrasos nos fizeram andar parte do trecho a noite. Na cidade, começamos a divagar sobre a possibilidade de nas próximas viagens, deixar os trechos dos primeiros dias no roteiro mais curtos, por 2 motivos: primeiro para dar tempo de adaptar à rotina de acordar cedo, arrumar bagagem e sair. Segundo, para que as motos “quebrem” a vontade e dê tempo de arrumar. A possibilidade de uma moto dar problema é bem maior nos primeiros dias. Geralmente elas ficam muito tempo sem pegar muita estrada de uma vez, e quando isso ocorre, o que estiver prestes a quebrar acaba quebrando. Portanto fica aí a dica !

Ah, nesse dia também, a noite antes de ir dormir, começamos a desconfiar que havia alguma coisa errada com as calças de cordura do Rui e do Logan. Digamos que calças de cordura impermeáveis não se comportam bem com relação ao cheiro depois de uso contínuo… mas o que sentimos esse dia era só uma amostra do que estava por vir !

Anúncios

From → Machu Picchu

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: