Skip to content

Quem somos

PDF M.C. é um motoclube. Sem regras, sem papelada, sem frescura. Um grupo de bons amigos, loucos por motocicletas e por estradas.

Surgiu em 2007 a partir de um grupo de amigos que cursavam juntos Ciência da Computação na UFMG. O unico pre-requisito para a filiação é a forte amizade com os outros membros. Essa sim, com muitos pre-requisitos inexprimíveis em palavras.

No PDF M.C. não ha hierarquia. Somos uma bela anarquia.

23 Comentários
  1. Deu vontade de comprar uma moto e ir com vocês!


    http://www.learncafe.com

  2. chalk permalink

    Depois coloca o custo da viagem e as paradas que vocês compilaram sobre fronteira, etc… um post especial pra quem quiser fazer o mesmo…

    Da vontade dimais de ir =]

    • Uai cara, tá tudo aí, só ler o resto do relato! hehe.

      • Edmilson permalink

        É verdade, tem muita informação mas falta um tiquito como por exemplo: sacar dinheiro, como fazer? tem caixa eletrônico em alguma cidade da Rodovia Interoceânica? Somente com o cartão de crédito é possível fazer saque? Tem Bancos Brasileiros nas cidades Peruanas?

      • Sobre isso especificamente, o que a gente fazia era trocar dinheiro na fronteira com cambistas, ou sacar dinheiro em caixas eletrônicos. Quase todos os caixas por lá aceitam saque pela rede Cirrus ou PLUS, e os bancos brasileiros geralmente são conveniados com essas redes, fazendo saque pelos cartões de débito mesmo. Aí vai do seu banco se você pode fazer saques internacionais, qual a taxa cobrada, etc.

        E sempre é possível sacar nos cartões de crédito, mas nesse caso geralmente as taxas são beeem altas.

        Ah, e levamos dólares por segurança, que são aceitos em qualquer lugar. Mas felizmente não precisamos usá-los.

  3. Também senti vontade de comprar moto

  4. Edmilson permalink

    Obrigado pela resposta. Sou de Porto Velho e pretendo ir em novembro, para evitar o frio de lascar que passaram. A propósito, vocês estão de parabéns por esse magnífico relato, parece até que foram jornalistas calejados que o fizeram, é de emocionar.

  5. Favaro permalink

    Cara, comecei a ler as narrativas de vcs e pirei. Parabens pela riqueza de detalhes. Moro em Uberlandia. Sou apaixonado por moto e com as historias surgiu uma nova vontade.

    Parabens!

  6. Kallás permalink

    Boa tarde! Primeiramente, gostaria de parabenizá-los pela iniciativa de criarem o site. As aventuras descritas são um grande estímulo para outros motociclistas. Parabéns e faço votos de que tenham muitas outras boas aventuras…
    Também tenho estudado, juntamente com um primo, um trajeto para Machu Picchu, porém, tenho dúvidas a respeito da “logística do dinheiro”. Gostaria de saber como foi a experiência de vocês nessa questão. Levavam muito dinheiro em espécie? Ao entrarem em outro país, como faziam caso sobrasse algum trocado do anterior? Foi relativamente fácil usar cartão de crédito internacional?

    Enfim, se não se importarem de nos esclarecer essas dúvidas… qualquer singela informação será grande ajuda.

    Desde já, obrigado!
    Kallás

    • Olá Kallás. Muito obrigado pelos elogios ao blog. O principal objetivo é ajudar outros companheiros!

      No Brasil não era necessário andar com muito dinheiro, já que a maioria dos lugares aceita cartão. Porém, no Peru não conte com essa facilidade, cartão de crédito lá é bem raro. Chile é tranquilo de usar cartão e Argentina é relativamente tranquilo, mas convém perguntar sempre.

      Sempre tínhamos uma reserva de uns 200 reais cada um pelo menos. Quando entrávamos em um novo país, trocávamos em cambistas (caso do Peru), ou sacávamos em caixas eletrônicos. Geralmente os bancos permitem esse saque em moeda local, convém apenas verificar a taxa cobrada. O que sobrava trocávamos no próximo país pela moeda local. No fim das contas, ficamos com alguns centavos sobrando de várias moedas diferentes, já que as moedas os cambistas e casas de câmbio não trocavam. Lembrando que, se sobrar muito de uma determinada moeda, sempre é possível trocar para real depois de voltar ao Brasil, bastando ir nas casas de câmbio nacionais.

      Além disso, levamos 200 dólares cada um por segurança, já que o dólar é geralmente aceito em qualquer lugar. Felizmente não precisamos usá-los.

      Boa sorte na sua aventura, e conte pra nós caso venha a realizá-la!

      Att,

      Leonardo Muzzi

  7. Pedro permalink

    Caro Leonardo.
    Parabéns pelas viagens e pelos belos posts.
    Me diz uma coisa, como é a Buell? Peças etc… Dá muito problema. Vou ter mais dor de cabeça do que alegrias? Ou vale a pena?
    Um abraço.

    • Olá Pedro. Posso falar sem medo que a Buell (Ulysses no meu caso) é a melhor moto que eu já tive. De problemas, tive um coxim estourado e o regulador de voltagem trocado. Fora isso, sempre foi firme e forte e me levou pra tudo que é lugar, como vc pode ver por esse blog. Pode pegar que será uma moto que te trará muitas alegrias. Eu troquei porque estou indo pro Ushuaia pra voltar pela Carretera Austral, serão 1200 km de rípio, e nesse caso a Buell não aguenta.

      Boa sorte com a sua.

  8. Ana Paula Maluf Guimarães permalink

    Chicos!!! Aqui é a Ana e a Pri, brasileiras que vcs conheceram no Buquebus de Colonia pra Buenos Aires!!Adoramos o blog de vocês!!! Queremos ver depois os pots pra Argentina e Uruguai!
    Um beijo e ótima viagem =)
    Ana e Pri!

  9. Samuel Brito permalink

    Olá amigos do moto clube PDF-MC, parabéns por todas as aventuras já feita por vocês!!!!
    Bom como descobrir vcs recentemente fazendo uma busca por viagem para o Oiapoque,eu ainda estou lendo atentamente os poste,pois eu pretendo também chegar lá em outubro.Resido em Caraguatatuba SP, mais sou paraense natural de Vigía PA e viajo todo ano de moto para belém do Pará, e o o Oiapoque é minha meta desse ano,e seu poste foi muito esclarecedor para essa conquista.

    Um abraço a todos
    Samuel Brito

  10. hadson frança permalink

    kd o resto da historia do oiapoque e na viagem do oiapoque não tem os gastos de vcs não…..

    • Hadson, tudo bom? O relato deve ser concluído até o fim do ano! No momento o tempo está bem curto. Mas bom saber que há a demanda! hehe.

      Até!

      • hadson frança permalink

        tu é doido muito massa passei o dia ontem lendo sobre a viagem ate nem trabalhei….hehehehe estarei esperando ansioso ….vlw cara linda viagem….

  11. Diego permalink

    Parabéns gente…..
    estou indo com alguns amigos p Machu picchu em julho do ano que vem…
    saindo de Araguatins-TO..

    vcs usaram algum sistema de radio no caminho?? acho interessante.. se usaram qual foi??

    abraços

    • E aí Diego blz? Na viagem de Machu Picchu nós usamos radinhos motorolas para facilitar a comunicação. O alcance é restrito mas deu pro gasto, dava pra economizar o celular em alguns momentos. Mas o que salva mesmo é o celular: se possível adapte carregadores veiculares nas motos, se elas já não tiverem. Algumas operadoras tem pacotes especificos pra quem está numa viagem ao exterior que vale a pena comprar também.

  12. Olá amigos , nosso grupo , tbm pretende ir a Machu Picchu , gostaria de saber se é possível ir via Corumbá , La Paz ,Cusco , p/ encurtar um pouco o caminho, saindo de Ribeirão Preto ?. abçs.

    • Olá José! Acredito que dê pra encurtar o caminho passando pela Bolívia, mas isso não significa necessariamente diminuir o tempo de viagem. Você tem que levar em conta a passagem de fronteira a mais que irá enfrentar e as condições das estradas bolivianas. Nós preferimos não passar pela Bolívia para evitar possíveis problemas com fronteira, estradas, autoridades locais e pela segurança.

  13. Leonardo! Puxa, que viagem!! Deixa qualquer um com água na boca!!
    Também sou de BH e gostaria de saber mais detalhes, inclusive sobre o seu M.C!!
    O meu e-mail: rviana2@gmail.com

    Um forte abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: